Andreani

22/04/2014

Participamos do Encontro BNDES e ABOL

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Associação Brasileira de Operadores Logísticos (ABOL) realizaram workshop em São Paulo. Tendo como foco discutir as demandas dos operadores logísticos e a possibilidade de desenvolvimento de linhas de apoio do BNDES para o setor, ocorreu nesta terça-feira, 15 de abril de 2014, o workshop entre os executivos chefes do Departamento de Transportes e Logística da Área de Infraestrutura e do Departamento de Investimentos da Área de Mercado de Capitais do banco, com a Diretoria Executiva e membros do Conselho Deliberativo da ABOL.

O encontro foi aberto pelo diretor executivo da Associação, Carlos Cesar Meireles Vieira Filho, que apresentou aos representantes do BNDES um breve histórico do setor, da entidade e os principais projetos em curso na agenda da ABOL, como o da auto regulação e regulamentação do setor, enaltecendo a participação das empresas associadas à ABOL, tanto no que concerne à arrecadação, quanto à geração de emprego e nível de investimento.

"O setor é intensivo de mão de obra e tecnologia. Os operadores logísticos têm crescido a taxas muito superiores ao PIB nacional, mas demandam tratamento e regimes especiais para que esse crescimento não se veja vulnerabilizado", explica Cesar Meireles, que enfatiza a expressiva soma de recursos quando da implantação das operações dos seus clientes, atuando como verdadeiros agentes financiadores dos tomadores dos serviços logísticos, desde a mobilização do projeto ao empreendimento da construção e reforma de Centros de Distribuição à instalação de sistemas de armazenagem, como estantes, porta-paletes, câmaras frias, aquisição de equipamentos e veículos de movimentação e transporte de carga, hardware, software de gerenciamento e controle de armazéns, de gerenciamento de risco, treinamento, capacitação de pessoal dentre outras rubricas.

O gerente de infraestrutura do BNDES, Dalmo dos Santos Marchetti, mostrou qual a visão estratégica do banco em relação ao setor, apresentando os produtos e linhas disponíveis, realizando análise do panorama atual do mercado e as perspectivas para os próximos meses. O executivo frisou também o apoio financeiro que o BNDES vem realizando junto à área logística, sobretudo em infraestrutura, detalhando as condições de financiamento existentes.

Além do gerente da área de Infraestrutura, Transportes e Logísticas, houve também a presença do chefe do Departamento no banco, Cleverson Aroeira, que fez uma abordagem geral dos objetivos da sua pasta.

O workshop ainda contou com a contribuição do gerente da área de Mercado de Capitais do BNDES, Luis Coelho, que abordou com os participantes as formas de atuação do banco em renda variável, bem assim seu funcionamento quanto à emissão de capital para as empresas, apresentando alguns casos exitosos de operações realizadas.

Após as exposições, foi aberta participação de todos os presentes, que puderam esclarecer dúvidas e levantar questionamentos particularizados em relação às necessidades de cada uma das empresas associadas presentes.

"O setor é recente, vem se consolidando na última década e se vê em plena transformação, atendendo celeremente às demandas de mercado", observa o diretor executivo da ABOL. "Os Operadores Logísticos ainda não são regulamentados e não dispõe de Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE), o que dificulta bastante sua inserção em rubricas que já dispõem de benefícios e linhas desenvolvidas para atender às especificidades de cada setor", complementa.

Considerado por todos um fórum excelente para a aproximação do setor com o banco, na tentativa de idealizar uma cesta de produtos alinhados às necessidades dos operadores logísticos, o fórum foi encerrado após a Diretoria Executiva da ABOL solicitar aos executivos presentes do BNDES apoio para financiamento de estudo que está sendo empreendido junto a consultorias e escritórios jurídicos de primeira linha para a auto-regulação do setor rumo à sua regulamentação.

Presentes pelo BNDES

Deptº de Transportes e Logística – Área de Infraestrutura

  • Cleverson Aroeira - Chefe Deptº
  • Dalmo dos Santos Marchetti – Gerente
  • Edson Dalto - Engenheiro

Deptº de Investimento – Área de Mercado de Capitais

  • Luís Coelho Eduardo Netto – Gerente
  • Bruno Gomes Coelho - Economista

Pela ABOL

  • Carlos Cesar Meireles Vieira Filho – Diretor Executivo

Twitter Facebook

Voltar ao início