Andreani

11/04/2014

“Andreani inaugura CD em Embu das Artes”

Foto: Evento na nova unidade com mais de 150 convidados. Participaram autoridades, membros das câmaras, clientes, autoridades e funcionários da empresa.

Estrutura conta com 13 mil m², 14 mil posições-palete e é dedicada à área da Saúde

A Andreani Logística inaugurou ontem, 10 de abril, em Embu das Artes (SP), seu centro de distribuição dedicado à área da Saúde. O empreendimento conta com 13 mil m², 27 docas, pé-direito de 12 metros e disponibiliza 14 mil posições-palete. Além disso, é dotado com duas câmaras frias, uma para produtos que exigem temperatura controlada – de 2º C a 8 ºC – e outra para estocagem de itens congelados, -20º C. As estruturas têm 370 e 10 posições-palete, respectivamente.

 

Segundo a executiva Comercial, Lisa Palla, o CD de Embu inicia as movimentações com 7 mil posições-palete. A expansão, porém, já tem data marcada. “Nossa expectativa é operar o centro com sua capacidade total no próximo mês de julho”, afirma. Hoje, cerca de 60 colaboradores e uma frota própria de 200 veículos, entre utilitários e caminhões leves e pesados, são empregados nas movimentações de medicamentos, amostras médicas e equipamentos hospitalares e laboratoriais para todo o Brasil.

 

A executiva explica que antes da inauguração os produtos do segmento de Saúde eram armazenados numa estrutura de 2 mil m², com 2 mil posições-palete, localizada no município de São Paulo. “A mudança foi necessária devido à demanda reprimida”, resume.

 

O novo CD, o maior da empresa no Brasil, faz parte do plano de investimento da companhia para o país em 2014. Ao todo, a Andreani aplicará R$ 12 milhões no país ao longo do ano. Sem revelar mais detalhes, o gerente Comercial no Brasil, Fernando Correa, adianta que a próxima iniciativa consiste na inauguração de um centro, também dedicado à área da Saúde, no estado do Rio de Janeiro.

 

A Andreani Logística atua no Brasil desde 2002. Além da unidade de Embu das Artes, possui representações operacionais em Brasília, Goiânia, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Osasco (SP), Campinas e São Vicente (SP).

Veja a nota no site da Revista Tecnologística. 

Twitter Facebook

Voltar ao início