Andreani

10/09/2013

Quarta Edição do Prêmio Fundação Andreani 2013-2014

Foto: María Rosa Andreani, esposa de nosso presidente Oscar Andreani, e Max Gómez Canle, ganhador do 1o. Premio. 

 

O dia 7 de setembro de 2013 começou a mostra artística e premiação da 4ª Edição do Prêmio Fundação Andreani para as Artes Visuais no Museu do Arte Tigre (MAT), na província de Buenos Aires.

Diante do público presente foram entregues os prêmios e as menções de honra pelo jurado representado por Karina Peisajovich, Eva Grinstein, Mercedes Casanegra e Laura Buccellato, a nosso presidente Oscar Andreani e sua esposa María Rosa Andreani, e ao Presidente da Câmara Municipal de Tigre, Julio César Zamora, que presidiram esta celebração.

As três obras premiadas formarão parte da Coleção Fundação Andreani e foram outorgadas aos seguintes artistas:

  • Max Gómez Canle, 1o. Premio, por sua obra titulada “¿hmm?”; óleo sob tela díptico de 60 x 190 x 5 cm, Buenos Aires 2013.
  • Federico Lanzi, 2° Premio, por sua obra “Sem título”; acrílico, tintas, giz de óleo, lâmina espelhada, impressões e velvet 108 x 180 cm, Buenos Aires 2013. 
  • Valentín Demarco, 3° Premio Revelação por sua obra “Dan Flavin, Radiografía de la Pampa”; acrílico gravado e tubo de luz branca. 12 x 30,5 x 3 cm, Buenos Aires 2013.

Também, o jurado reconheceu com menções de honra aos três artistas:

  • Soledad Dahbar por “Represa en el Valle”, Vídeo Instalação 7 minutos 75 x 110 x 65 cm, Salta 2013;
  • Alejandro Moreyra por “Último eclipse”,  acrílico sob tela lona, 70, 5 x 151,5 cm, Buenos Aires 2012-13;
  • Delfina Estrada por “Resaca del esplendor”, gravura e água-tinta, 1/6 115 x 70 cm, Buenos Aires 2013.

A mostra está integrada por 31 obras de artistas selecionados sob um total de 887 propostas presentadas ao certâmen e desde novembro de 2013 visita diferentes museus da Argentina.

Foto: Obra “¿hmm?” ganhadora do 1o. Premio, autor: Max Gómez Canle, óleo sob tela díptico de 60 x 190 x 5 cm, Buenos Aires 2013.

Twitter Facebook

Voltar ao início